Inevitavelmente

poema de Mari Silva

O certo era nem pensar em te amar
Nem mais te ver
Nem te ligar

O certo era a gente nem conversar
Tentar fugir
Nem procurar

Mas quando eu vejo tua foto ainda dói
Se chega sua mensagem me corrói
Eu entro em desespero
Louca pra dizer
Te amo e nada mais

Não me lembrava de você sem mim
A gente foi tão feliz
Por quê?

Se eu pudesse escolher
Nunca teria amado
Você

Mas a chuva não pede pra cair
O sol tem hora certa pra nascer
Será que estava escrito que eu iria te perder, não
A tempestade vai se acalmar
O rio sempre volta pro mar
Inevitavelmente um dia a gente vai voltar
Vai voltar, há se amar...
Ainda penso em nos.

Mari silva

Comentarios sobre este poema

Sé parte: Comenta y vota